Amigos do jazz + bossa

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

CONFESSO QUE OUVI: NESTE SÁBADO, TARDE DE AUTÓGRAFOS NO PROJETO "PERTENCES DA CASA"




Neste sábado (28/08), terei a honra de participar do "Projeto Pertences da Casa", no Restaurante Marisco, a convite do produtor (e amigo querido) Celijon Ramos, para lançar naquela casa o livro "Confesso que ouvi".

Haverá música ao vivo e estarei lá a partir das 13:30, para uma animada tarde de autógrafos, com a inestimável presença dos amigos. Se você gosta de boa música e de um bom papo, o "Pertences da Casa" é a opção certa!

18 comentários:

pituco disse...

érico san,

quero um exemplar autografado...e, se fosse possível, não só iria bem como ofereceria-me pra 'divertir' tua seleta platéia, com algumas bossas...

abraçsonoros e parabéns

APÓSTOLO disse...

Que a casa esteja lotada, são os votos aquí da "selva de pedra" (e do baixo estado higrométrico, e da poluição, e da multidão, e do encanto que só quem aquí vive sente).
Amigos, leitores, ouvintes, todos aos "Pertences da Casa", que o ÉRICO merece ! ! !

PREDADOR.- disse...

O convite é tentador, mas minha "nave interplanetária" esta sofrendo alguns reparos e estou muito longe de São Luis, portanto impossibilitado de comparecer. De qualquer modo desejo-lhe, mr.Cordeiro, muito sucesso, não só nessa sua tarde de lançamento do livro, como também nessa sua nova carreira de escritor-mor do jazz. Mais uma vez parabéns! (Posteriormente gostaria que me informasse como devo proceder para a aquisição do "Confesso que ouvi").

nydia bonetti disse...

Que coisa boa, Érico. Desejo sucesso! O título é genial. Isso deve estar lindo... Beijo!

Rafaela Bento disse...

parabéns!

que de tudo certo então..besos!

Érico Cordeiro disse...

Prezados Pituco, Apóstolo, Predador, Nydia e Rafaela,
Muito obrigado pelas presenças e pelas palavras generosas!
Estou na maior expectativa - acho que vai ser bem legal!
O título homenageia o Neruda, em seu célebre "Confesso que vivi".
Gostaria muito que todos os amigos do jazzbarzinho pudessem estar presentes, mas sei que vocês estão torcendo para que tudo dê certo!
Quanto à aquisição do livro, Mr. Predador, enquanto não consigo uma estratégia adequada de distribuição a nível nacional, tenho feito a venda direta a alguns amigos.
Se o detonador intergalático tiver interesse, vou informar a minha conta:
c/c - 5440-5
op. 001
ag. 1405
Caixa Econômica Federal
CPF 404.930.243-87
O valor do livro é R$ 50,00, mas despesas postais (pro Rio, SP e Vitória, para onde mandei recentemente, o valor é de R$ 20,00, pois o peso do livro é de 570g).
Assim que você fizer o depósito (se puder ser identificado, melhor), manda uma cópia do comprovante pro meu e-mail, ok? (Porque se eu for conferir só o extrato, posso não saber quem fez determinado depósito).
O e-mail é:
ericorenatoserra@gmail.com
Grande abraço aos cinco!!!!

Sergio disse...

Pois é Seu Sam, não é a mesma coisa, mas, tente conseguir boas fotos pra gente ter uma noção de como foi a festa. Afinal essa postagem “Confesso que ouvi” merece desdobramentos, certo? Quem sabe um desses numa noite de autógrafos aqui em Copa, na Modern Sound. Ao menos no Rio, local melhor não há.

Meus sinceros parabens e como alguém desejou mais acima de a casa esteja lotada e q o som, na medida exata.

Celijon Ramos disse...

Érico,
Considero um sucesso o lançamento de teu (agora nosso) livro hoje à tarde. Deu pra rever muitos que lhes prestrigiam com a amizade. Show de livro e de música! Não sei se reparas-te, mas Celson Mendes pautou o repertório no sambajazz em homenagem a ti e ao Confesso que Ouvi. Que venham muito mais lançamentos!
A propósito, acho que já encontramos a solução para que todos os convivas do barzinho vitual possam adquirir seu exempar rapidamente e da forma mais cômoda.
Um abraço, de seu irmão!

Érico Cordeiro disse...

Caros Sérgio e Celijon (o homem por tras do sucesso do lançamento no Pertences),
Lançar o livro na Modern Sound, aí no Rio, é um sonho distante. Mas o lançamento aqui em nossa terrinha, no aconchegante Marisco, cercado de amigos queridos, foi um sonho que se realizou!
E nas conversas que tivemos ali, regadas a água mineral com gás (no meu caso) e chopp geladíssimo, realmente conseguimos uma idéia que, em breve, permitirá que façamos uma distribuição mais eficaz do que a que tenho "improvisado" até agora!
Obrigadão, meu irmão Celi, à minha comadre Fafá, e ao Garimpeiro-MOr!
Abraços fraternos!!!!

Guzz disse...

Maravilha Érico
Sucesso !!
E espero o meu exemplar na próxima semana. Pena que não poderá estar em Ouro Preto.

Abs,

roberto pires disse...

amigo Érico, infelizmente nao acompanhei a data do lançamento de seu livro e perdi o evento, mas o comprarei e irei em busca do seu autografo. Grande abraço musical!. Roberto Pires

Érico Cordeiro disse...

Caros Guzz e Roberto,
Sejam muito bem-vindos!
Ainda não vai ser dessa vez que nos encontraremos em Ouro Preto, Guzz, pois eu também não poderei ir. Ano que vem, quem sabe?
Meu caro Roberto, o livro está à venda "nas boas casas do ramo" - Harmônica (ao lado da Backbeat) e Tambores (Shopping do Automóvel). Na Amatra também (Rua dos abacateiros, q 1, casa 12, São Francisco - com o Nilton ou a Fernanda).
Me liga que eu faço questão de autografar o seu exemplar com muito carinho!
Grande e fraterno abraço aos dois!

Ale Danyluk disse...

Sucesso sempre !!!
Ë sempre muito bom saber Érico que temos uma jóia singular como você que sempre nos instrui e divide tantas coisas belas.
Também vou atrás do seu livro .
Beijo
Ale

Érico Cordeiro disse...

Oi, Alê,
Obrigado pelas palavras generosas. Se você quiser pedir o livro, os dados estão informados acima - será uma honra atendê-la!
Espero conseguir, em breve, uma forma de viabilizar a distribuição a nível nacional. Enquanto isso não ocorre, estou fazendo a venda direta, aqui mesmo pelo blog e em algumas livrarias de São Luís.
Valeu mesmo!!!!!!!

MaJor disse...

Um tanto atrasado, mas votos sinceros de que tenha sido uma ótima reunião com seus amigos, pena estarmos tão longe, um grande abraço
Mario Jorge

Érico Cordeiro disse...

Obrigado, Meu caro MaJor.
Realmente, foi muito bacana a reunião - muitos amigos, boa música, bom papo - e ainda vendi alguns livrinhos :)
Não poderia querer algo melhor!
Abraços fraternos e obrigado!!!!

Anônimo disse...

Alô Érico,
Envaidecido por ter recebido o seu "Confesso que ouvi", não só agradeço como também desejo todo o sucesso. Um grande abraço e muita saúde.
llulla

Érico Cordeiro disse...

Mestre Lulla,
é uma honra tê-lo a bordo. Você é fonte de inspiração constante e um exemplo de dedicação e amor ao jazz!
Espero que você goste dos textos e que curta a leitura do livro.
Um fraterno abraço!

Google Analytics